segunda-feira, 7 de maio de 2012

O vampiro

Hoje é dia de exames médicos (justamente a minha ideia de um dia bem passado) e claro está que a coisa começa pelas análises (o que é bom que a seguir já se pode ir tomar o piqueno e tal).
Tenho um medo que me pelo da agulha mas, confesso, alimento há alguns anos o secreto desejo de apanhar um vampiro (lá o tipo que tira o sangue) giro; um vampiro assim do género do Gary Oldman no Dracula de Bram Stocker:
(Ó ele aqui a dizer-me "Ó menina não tenha medo, é só uma pica")

Mas na verdade o que acaba por me sair na rifa é sempre uma coisa assim:
E eu fico tão atónita que nem reajo (o que é bom) enquanto ele recolhe o meu sangue e deita num tubinho.
Depois saio; sem pinga de sangue.

7 comentários:

  1. Sou tal e qual... fujo de agulhas como o Diabo da cruz...

    ResponderEliminar
  2. E eu a pensar que te podia pedir para vires cmg ao vampiro! Tenho tanto medo! LOLOL

    Mas a mim tb não me calha um vampiro todo charmoso... acho que é um mal geral! Bem que podiam arranjar uns vampiros para nos anestesiarem só com o olhar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desde que não seja comigo tudo bem; se for para te picar a ti nada contra e até te dou a mão!
      :D

      Eliminar
  3. Ah pois é...vampiros desses não existem! Bem que podiam arranjar uns para nos anestesiarem só com o olhar!
    E eu a pensar em convidar-te para um programinha desses uma manhãzinha destas! Tb tenho um medo...

    ResponderEliminar