quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Dizem que não há uma sem duas!


Ainda ao almoço o tinha visto, finalmente com as mãos livres para o fotografar, e agora à tarde cruzo-me com ele outra vez!
Desta vez em terra; pela primeira vez vejo-o em terra!
O Hippotrip é tão giro!
Tenho mesmo de marcar um passeio nisto!
(também podem marcar ali na barra lateral "City Guide Ezimute")

É p´rábanar, faxavôr!


Ver esta gente toda aos saltos dá-me também a mim vontade de saltar e eu estou para aqui, pelo menos, há dois dias, aceleradissima com isto nas orelhas!
E há lá coisa melhor para um final de dia do que andar aos saltos para dar cabo do stress?!
Shake it off baby!
(clica na foto)

O primeiro passo

Diz que é uma HippoTrip


Estava para ali a almoçar, num dos meus sitios favoritos, deleitada com o sol e com o azul do rio, mais para lá do que para cá, assim molinha, molinha, quando aquela coisa me chamou a atenção.

Lá estava ele outra vez; um autocarro na água!
Já o tinha visto por várias vezes, mais ou menos ao longe, quando ando nas regatas, mas aquilo é tanto cabo para puxar, tanta vela para folgar ou caçar, tanto bordo para fazer que uma pessoa nem pensa em mais nada e acabei por nunca perguntar afinal o que raio era aquilo; um autocarro a navegar!

Hoje finalmente perguntei (e fotografei).
Então, para quem como eu não fazia a mais pálida ideia do que fazia um autocarro dentro d´água passo já a dizer que (e já fui investigar) que estamos a falar de Turismo Anfibio!

O Hippotrip é um autocarro anfibio que faz o passeio turistico mais divertido de Lisboa; parte na terra, parte no rio.
Os passeios são diários, partem ali da zona das docas e até parece, pa-re-ce, que também se podem organizar eventos a bordo - acho que já foram feitas festas de aniversário a bordo - ainda não sei muito bem como é, mas quando souber venho contar.
(já para não falar que estou doidinha para me enfiar lá dentro a passear)

P.S. - Fui agora mesmo contactada pela plataforma Ezimute, que podem ver ali ao lado na barra lateral, e onde, se quiserem, podem saber mais acerca desta Hippotrip e até marcar o vosso passeio.

terça-feira, 30 de Setembro de 2014

Visto de passagem #182

Num semáforo em Lisboa.
(Gamadissimo à Bicas)

Separados à nascença


Tiram-se marrecas com limão!


A noticia já não é fresca, mas achei-a um miminho!
Lembrei-me imediatamente de uma anedota que o meu pai me contava e que, por mais vezes que a ouvisse, me desmanchava sempre a rir (acho que era por causa da cara que ele fazia no final).
Aviso já os mais sensíveis que não é uma anedota politicamente correcta, como tal é melhor pararem de ler por aqui. ´Tagradecida.

Houve em tempos uma rapariga que tinha um grande desgosto por ser marreca e passando um dia por uma loja, viu na montra um cartaz que dizia "Tiram-se marrecas com limão".
Animada por tal ideia, entrou na loja e perguntou ao empregado:
- É mesmo verdade que aqui se tiram marrecas com limão?
Ao que lhe respondeu o dito empregado:
- Claro!
Mas é mesmo com limão? - voltou ela a perguntar.
- Claro, atão a menina queria que fosse com uma liminha, não?




segunda-feira, 29 de Setembro de 2014

Visto de passagem #181


Adorei!
Obrigada Raquel, do Porto!

Um social anti-social?

Já há uns tempos que andava a ver no meu mural de facecoiso uns pedidos estranhos, mas habituada que já estou a ser bombardeada com convites para joguinhos e mais não sei o quê, nem liguei muito.
Afinal vai a ver-se e não era jogo nenhum; era só mais uma rede social.
Para anti-sociais...
Confuso?
Também eu!
Pois então diz que esta rede foi criada para combater o facebook (e pelos vistos está a ter um sucesso doido; por hora milhares de novos utilizadores aderem à Ello), não tem publicidade, - e promete que será sempre assim - não partilha dados pessoais se não o quisermos, só se entra por convite - e cada novo utilizador dispõe de 25 convites que pode distribuir por quem queira - e pode registar-se com um nome que não tem obrigatóriamente de ser o seu real.
Se quiser receber o convite tem de o pedir à Ello.


Venha o Diabo e escolha…

("um social anti-social" não havia uma canção assim?)