domingo, 12 de agosto de 2012

Bom dia!

E no campo a bicheza acorda cedo (rai´s parta)!
Que é muito giro estar no campo, que é, que o ar é muito mais puro, que é, mas não há sossego!
Estou para aqui com o esqueleto todo torcido das voltas que dei na cama a partir das 7 da manhã!
Ele é os galos, os patos, os cães (a Mel coitadinha está com os nervos em franja), os passarinhos (se fossem cantar para o raio que os parta), já para não falar dos grilos durante a noite!
Alimento sempre esta ideia romântica de vir para o campo descansar, coisa que só acontece ao fim de, pelo menos 3 dias (quando colapso e já durmo pelos cantos)
Definitivamente sou uma moça da cidade!

29 comentários:

  1. LOL para que campo foste tu?
    No meu campo não se passa nada disso :D

    ResponderEliminar
  2. Custa um pouco a habituar ao "barulho" do campo.
    Daqui a pouco já não dás por nada e essa música até vos embala o sono...
    vidademulheraos40.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me sinto nada embalada com o cocoricó constante!

      Eliminar
  3. ahah é um "barulho" agradável... gosto tanto =)

    ResponderEliminar
  4. Falta de hábito. Mas depois habituas-te, vais ver!!
    Faz uma sesta à tarde :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. à tarde não faço sestas; desmaio de sono.

      Eliminar
  5. Ahah, como eu compreendo!
    Também estou sempre habituada é a ouvir barulho de carros enquanto tento adormecer, que quando chego ao campo estranho a bicheza toda xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois tá claro! A pessoa não está habituada!

      Eliminar
  6. ahha podia me queixar do mesmo, relativamente a roma, às 6h começava a ouvir o transito portanto :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas esses são sons familiares e quando me acordam penso: a via Condotti é já aqui à frente.
      E volto a adormecer com um sorriso :))

      Eliminar
  7. E eu sou uma moça do campo! e sempre que vou à cidade pareço uma campónia! nunca sei onde estão as coisas eheheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, a falta de hábito mata-nos!
      Vou gravar os sons do campo e levar para a cidade para me habituar;

      Eliminar
  8. Oh sim, os bichos são barulhentos pela manhã. :)

    ResponderEliminar
  9. Tens muita sorte... Eu tenho vários cucos... Nem imaginas a sinfonia...

    ResponderEliminar
  10. Eu sou 100% rural..Moro na grande Lisboa, mas estou sempre almejando por ouvir os sons do campo!

    ResponderEliminar
  11. O meu fim de semana passado foi parecido. Ainda com a agravante da música de bailarico a tocar até às 4h da manhã, a 500m lol

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso então tinha-me feito sair à rua armada de varapau!

      Eliminar
    2. Pois, nada a fazer :/
      Ainda por cima tenho um pai festeiro e é o último a sair da festa.
      Felizmente o pequeno dorme de qualquer forma :)

      Eliminar
  12. Esta ultima semana, passei-a no campo, mais propriamente em Trás-os-Montes, aldeia o pai e da avó, onde passava meses no Verão quando era miúda. Inesperadamente fui lá parar e não queria vir embora. Já não me lembrava do bom que é e do bem que faz :))
    Mas já cá estou e obvio que também não troco a minha cidade pela aldeia.

    ResponderEliminar
  13. Eu adoro a cidade onde vivo, mas anseio muitas vezes pelos barulhos do campo...a qualidade de vida é outra! Adorei o post!! :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. às vezes também me dão esses anseios e meto-me a caminho e depois é isto; vou mas é gravar os sons do campo e quando me der a nostalgia carrego no play e já está! Passa-me logo!

      Eliminar
  14. Amiga e há campos em que o ar é tão puro que até te aparecem borbulhas no rabo :)

    ResponderEliminar