quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Na farmácia

Querida Mãezinha dirige-se toda lampeira, para a farmácia do costume afim de aviar os medicamentos da ordem.
Apresenta receita médica no balcão a uma funcionária novinha e que nunca ali viu antes.
Cheia de sorrisos para a velhinha, a funcionária recolhe de diferentes prateleiras, estantes e gavetas todas as embalagens e faz registo dos mesmos no seu terminal de computador.
Regressa e entrega saco com medicamentos enquanto diz com o mesmo sorriso estampado na cara novinha:
- São €643,00.
Mãezinha Querida pensa ter ouvido mal e pergunta:
- Como?
A amável senhorita repete:
- São €643,00.
Mas não pode ser diz Querida Mãezinha, em susto!
Nunca paguei tal! - argumenta Querida Mãezinha - Não pode ser; deve haver um engano!
Sempre com o sorriso afivelado e não largando o saco dos medicamentos (não fosse Querida Mãezinha fugir com eles), a adorável criaturinha de bata branca assegura que não há engano nenhum e que Querida Mãezinha é que deve de estar a fazer confusão.
Querida Mãezinha pede que chamem a funcionária que costuma atende-la; criaturinha, já com ar enfadado, diz que não pode ser porque quem a está atender é ELA!
Querida Mãezinha insiste e por milagre, a funcionária do costume apercebendo-se que alguma coisa está mal, acorre a ver o que é.
To cut a long story short:
- todos os medicamentos que estavam para ser entregues a Querida Mãezinha estavam errados, não eram os que tinham sido prescritos;
- o valor solicitado, era superior mesmo à soma do valor dos medicamentos que estavam dentro do saco;
- o valor a pagar por Querida Mãezinha é de €3, 67 (valor de medicamentos que todos os meses são aviados);
- AMANHÃ, QUERIDA, ADORÁVEL, CRIATURINHA DE BATA BRANCA, RECEBERÁ VISITA DESTA QUE AGORA VOS ESCREVE!

33 comentários:

  1. Valha-me Deus... Onde é que vão buscar essas criaturas?

    ResponderEliminar
  2. Meu Deus. Errar é humano e se for nova por lá, até seria desculpável. Agora não perceber que errou e ainda ser insolente nada tem de desculpável!!

    ResponderEliminar
  3. Pode ter sido um engano inocente, por ser nova, inexperience, e tal... Mas se ainda por cima foi arrogante, acho que merece, pelo menos, um "susto"... É terrível quando estamos a ser atendidos e nem estamos a pedir nada assim tão extraordinário e os funcionários fazem má cara, como se estivessem a fazer um grande frete... Enfim... Tem calma e mantém o nível se sempre lá fores amanhã ;)

    ResponderEliminar
  4. A miúda qualquer dia mata alguém...

    ResponderEliminar
  5. Detesto pessoas que nao sabem reconhecer quando erram, acham-se mais que os outros. Se fosse á tua mae tinha-lhe dado com a saca dos medicamentos, os tais errados. Depois conta como correu a conversa com a tal sorriso falso.

    ResponderEliminar
  6. O curso de farmacêutica saiu-lhe nas batatas fritas ou então foi como Relvas...
    Odeioooooooooooooo incompetência!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Ó céus! Não dá para confiar em ninguém!!! Beijinho
    Gostei deste teu cantingo! (:

    ResponderEliminar
  8. Olha que incompetente, hein?

    ResponderEliminar
  9. A criatura não achou que mais de 600€ era uma quantia exagerada??

    ResponderEliminar
  10. Essa piquena ainda há-de chegar a prineuro ministro : pelo menos já exige às pessoas quantias exorbitantes com um sorriso idiota na cara....

    ResponderEliminar
  11. Por 643€, quase que se comprariam uns pumps Prada, aperte com a rapariga, já.

    ResponderEliminar
  12. Isso é muito mau, já venderam numa farmácia um medicamento errado à minha mãe e ela acabou por se sentir mal, a sorte foi que ela entretanto reparou e não os tomou mais.

    ResponderEliminar
  13. Já foste lá? Conta como foi! Beijocas

    ResponderEliminar
  14. Beeeem!!! A mulher é maluca! A bata branca deve ser de interna do manicómio e não de farmaceutica :)
    Bj S

    ResponderEliminar
  15. Muito bem! Pois imagine só o possível estrago que estes medicamentos invertidos poderiam ter causado ao bolso,mas também à saúde da Querida Mãezinha.Isso não pode,né! Mas vá com calma.Beijo do leitor e seguidor.:-BYJOTAN.

    ResponderEliminar
  16. acho mesmo bem que passes por lá, ainda para mais porque nem sequer queria admitir que o que estava a fazer pudesse estar mesmo errado! sinceramente. Vai lá e reclama muito!

    ResponderEliminar
  17. Pel'amor de Deus, é um absurdo! Toda a história do princípio ao fim! E com esse valor total, acho estranho que a funcionária não tenha tido o cuidado de re-confirmar o que estava a fazer.

    Não sei se eu própria teria calma. Acho que é de voltar lá para esclarecer a situação. Todos nos enganamos, mas esse engano é "ligeiramente diferente".

    ResponderEliminar
  18. realmente! Era impossível ser 643€??

    ResponderEliminar
  19. Cristooo,que criatura mais absurda!!errar è humano sim,mas errar todos os medicamentos e não perceber que 600 e tal euros seria demais,isso jà è incompetencia e burrice!!e a arrogância,essa deve ser mesmo chamada à atenção!

    ResponderEliminar
  20. Existem uns livros muito interessantes nos estabelecimentos comerciais. Eu adoro usá-los. Recomendo.

    ResponderEliminar
  21. O facto de ela se ter enganado na conta, apesar de estúpida podia ser desculpável, agora o facto de se ter enganado nos medicamentos devia ser punida e bem, porque aí já está em causa a saúde da tua mãe. Par mim era livrinho de reclamações e conversa com responsável da farmácia.

    ResponderEliminar
  22. Porra, isto há com cada uma.... mas que grande susto imagino :)

    ResponderEliminar
  23. Isso é inadmissível, mas já não duvido nada. Têm-me acontecido cenas estranhas em farmácias, mesmo nas conhecidas, todos os cuidados são muitoooo poucos.

    ResponderEliminar
  24. LOL

    Há dias fui à farmácia do bairro, onde sempre vou, comprar a vacina da gripe para a 'madrecita'. A farmacêutica perguntou: é para tomar cá? Gata respondeu: não, é para tomar lá (lá = centro de saúde da terrinha). E lá fui eu levar a vacina a 'madrecita'.

    Madrecita perguntou: onde está o papel? Gata respondeu perguntando: qual papel? [e de repente parecia o sketch dos Gato Fedorento!]

    Resumindo: para levar a vacina no centro de saúde é preciso a metade da receita que diz "guia de tratamento". Como a cena anterior ocorreu ao final do dia, só voltei à farmácia no dia seguinte... a "guia de tratamento" tinha ido para o lixo, claro, mas deram-me fotocópia da receita. Mas eu ameacei logo: se isto não servir, 'madrecita' vem cá tomar a vacina e não paga, ouviram, não paga!!! Mas, vá lá, no centro de saúde aceitaram a fotocópia da receita... "Doutorinhas" da Treta!

    ResponderEliminar
  25. Enah... Isso é muito engano de uma vez só! Não era o valor correcto... Não eram os medicamentos correctos... Nem sequer o valor dos medicamentos no saco! E ainda por cima sem querer esclarecer a situação e muito menos querer chamar a "funcionária do costume"?!?
    Arrebenta com ela pahhh! Se precisares de ajuda, avisa ;)

    ResponderEliminar
  26. Imagino o susto, e inda por cima a criaturinha foi arrogante! Eu no teu lugar, passava-me, é muito engano de uma só vez!
    :-))

    ResponderEliminar
  27. Imagino o susto, se fosse eu, acho que caia redonda no chão. Mas ainda bem que tudo se resolveu, e fizeste muito bem em ir lá, pois a falta de nos mexermos é que faz com que haja muito incompetente ao serviço.

    Beijinhos

    ResponderEliminar