quinta-feira, 7 de março de 2013

One down...

E hoje aconteceu a primeira baixa entre o grupo que aqui está...
A mulher de um colega do Mais Que Tudo foi-se abaixo das canetas.
Chegou uns dois, três dias antes de mim e já não s´aguenta.
A Arábia Saudita não é fácil...mas também não é dificil; há que vir com uma mentalidade aberta, dísponivel para aceitar as diferenças culturais, perceber que estamos numa "casa" que não é a nossa, com diferentes usos e costumes, ter vida interior suficiente que nos permita atravessar as horas em que ficamos sozinhas, imaginação que nos permita entreter e manter as mãos ocupadas, verdadeiro interesse pelo "outro" para conviver com as diferentes nacionalidades aqui presentes, nervos d´aço para enfrentar o trânsito e os condutores sauditas, o bruá das orações 5 vezes ao dia, o calor opressivo, as tempestades de areia, o bom senso para evitar os riscos óbvios, e claro, um Amor profundo e que seja correspondido, que nos faça ter vontade de vir, e por cá ficar.       

18 comentários:

  1. Força!

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Tens que fazer um post sobre como é a vida por aí. Estou curiosa.
    Por exemplo, podes dar uma beijoca em público ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lololol
      Beijocas em público estão interditas, mas, agora, já podemos andar de mão dada!
      Se quiseres saber como é a vida aqui e pelo caminho dar umas gargalhadas podes ler a partir daqui:

      http://www.osexoeaidade.com/2012/09/faqs.html

      e depois é só ir fazendo mensagem antiga.

      Depois vai ao mês de Novembro de 2012 e tens mais aventuras por aqui :))

      Eliminar
  3. Aguento tudo... menos o calor opressivo!

    ResponderEliminar
  4. Essas tempestades de areia têm o dom de tirar uma pessoa do sério, quando já existe tendência para depressão.
    Mas a Sexinho aguenta-se à bronca. Queres um espanaplameira?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitos, preciso de muitos que isto está um caos!
      :DDD

      Eliminar
  5. Nada nadinha, não aguentaria nada disso. QUer dizer, as horas que se passa sozinha, passo-as por cá também. As diferenças culturais, lamento, a partir do momento em que me obrigam a adoptar os seus costumes quando estou na sua terra, mas se recusam a adoptar os meus quando estão na minha, fiquem lá com a terra deles e deixem-me aqui na minha. Não há amor no mundo que me fizesse aguentar isso aí, eheh, nem o meu amor pelo meu filho, acho eu. Acho eu...
    http://fashionfauxpas-mintjulep.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Isso não era para mim, só essa coisa da abaya me faz um nervoso miudinho, eu fico incomodada cada vez que vejo mulheres de véu, a sério que fico.

    ResponderEliminar
  7. O que é isso ao pé do vosso amor não é? Insignificâncias acho eu que apesar de já ter viajado e vivido noutros países nunca estive nas arábias. Mas não deve ser fácil, é uma cultura muito diferente, chocante e revoltante.

    bjinho

    ResponderEliminar
  8. Disseste muito, num texto também muito bonito. Parabéns!

    ResponderEliminar
  9. Não deve ser fácil, não, é uma cultura muito diferente da nossa, mas tu és uma mulher de armas e o teu amor ultrapassa tudo, não é? Força e aproveita as coisas boas, as outras... não ligues! :D

    ResponderEliminar
  10. Acredito que não seja fácil encararmos de frente com uma cultura oposta à nossa.

    ResponderEliminar
  11. Gostava de saber se estou a par do desafio...

    ResponderEliminar
  12. deve ser necessário uma preparação mental! E nada fácil!

    ResponderEliminar