sábado, 6 de abril de 2013

Filhinho mais Lindo Riqueza de Sua Mãe gritou

Mãããããããããããããããe!
E eu fui a correr!
Aos borbotões a água saia pela tampa do chão, debaixo do lavatório, e corria célere casa de banho afora!
Toalhas atiradas para o chão e uma corrida à cozinha para ir buscar uma gaveta de panos que se foram juntar às toalhas que jaziam ensopadas no chão.
Um cano entupido seguramente... e agora?
Controlada a água, e como não estava cá mais ninguém (Mais Que Tudo ainda falta muito para o "para a semana") eis-me de gatas no chão, na posição em que se sabe que a Alemanha perdeu a guerra, tentando enfiar a cabeça por debaixo do armário que sustenta o lavatório para descobrir a fonte do problema (sugestão para os senhores do Ikea: e que tal fazer os pézinhos dos móveis um cadinho mais altos? É que uma pessoa ainda que não sendo cabeçuda também não é microcéfala e assim não cabe).
Depois de desenroscada a tampa e com a ajuda de um espelho de mala (a cabeça não cabia, tá) tento ver o que estará a obstruir a passagem da água no cano; não consigo ver um caracol!
Desmonto mais um bocadinho a coisa e fico com mais uma peça na mão.
Já vejo o cano!
A cor da água que se vislumbra no cano não inspira confiança, e o cheiro ainda menos, como tal excluo de imediato a hipótese de lá enfiar a mão; corrida à cozinha para ir buscar uma faca velha e tentar perceber que raio lá estará enfiado; pois, com a faca também lá não vou...um garfo é o que preciso!
Com o garfo também não...uma pinça!
Saem 3 cabelos!
Aqui a engenheira congratula-se pela vitória alcançada e abre a torneira do lavatório para verificar se a água já corre; correr corre, mas é, mais uma vez pelo chão da casa de banho.
Isto não está a correr bem...
Mais uma catrefada de panos pelo chão, lava, lava, seca, seca...
Como a água não desce no cano há que retirá-la para poder observar; preciso de uma colher!
Uma hora depois e já com o faqueiro espalhado pelo chão da casa de banho, parto para a ignorância!
Artilho-me como quem vai para a guerra, luvas de borracha, óculos de protecção (os meus melhores aliados também para fritar choco, castanhas e estrelar ovos) e um avental de material emborrachado e agarro-me à soda caustica.
Seja o que Deus quiser!
Duas colheres daquilo para dentro do buraco e dois litros de água a ferver (senhores do Ikea, a cafeteira, à semelhança da minha cabeça, também não cabe por debaixo do armário; teve de ser a púcaro)
Fumo branco, e vários block, block, block depois, a água começa a ceder e desce; entusiasmada com a coisa, repito o processo; block, block, block a um ritmo mais rápido e a água finalmente desaparece toda.
Vitória!
Se tudo o resto falhar, pelo menos ainda posso vir a ter uma linda carreira como canalizadora!  

19 comentários:

  1. Aiiiii, o que me ri agora! :D iihihihihihihihihi, muito bom, mesmo (claro, não foi contigo, pensarás :P)
    Mas só me ri porque a situação acabou bem, vá :)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. Sexinho! Que saudades de vir aqui e partir-me a rir ahahahah

    dreamerthing.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Ai Sexinho que jeito me davas lá em casa!

    ResponderEliminar
  4. Soda caustica e água quente cura todo o mal da canalização ?
    Até me apetece rebentar um cano para experimentar isso.

    ResponderEliminar
  5. Mulher de armas! Grande excitação por aí! :)
    Tudo correu bem...agora é lavar toalhas. hehehehe!
    Fátima Sousa

    ResponderEliminar
  6. Ahahahahahahah,com esse tamanho conseguiste enfiar-te nesse local? Algum sitio mais apertado.,chama por mim,já sabes!

    ResponderEliminar
  7. Tenho de admitir que admiro essa tua persistência!! Eu ficava que nem um burro a olhar um palácio.

    ResponderEliminar
  8. Que filme! Eu detesto essas cenas. Grande mulher :)

    ResponderEliminar
  9. Mon Dieu! A minha alma está pasma.
    E O Filhinho mais Lindo Riqueza da Sua Mãe não sabia ser canalizador?
    Mas já não lhe dá a comida à boquinha, pois não?
    DI

    ResponderEliminar
  10. És uma mulher de armas...O que eu me ri! Desculpa mas tive que me rir!

    ResponderEliminar
  11. Haja recursos. Eu não saberia mesmo o que fazer!

    ResponderEliminar
  12. Ó grande Dorothy, a maior, a mais talentosa! Já és a minha canalizadora oficial! :)
    Um beijo

    ResponderEliminar
  13. Fiquei boquiaberta, hein? E impressionada. Para quem não percebia da coisa, disfarçaste muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito bem!

    ResponderEliminar
  14. Fartei-me de rir e "vi" a cena toda, hilariante, mas desenrascaste-te muito bem!

    ResponderEliminar
  15. Uma grande mulher é sempre uma grande mulher, desenrasca-se em qualquer área.

    ResponderEliminar
  16. Aaha..para a proxima experimenta logo antes de desmontares o cano, é o que costumo fazer Depois quando me meto a desmontar o cano...sobram me peças e tenho que chamar alguém para me ajudar!

    ResponderEliminar