segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Hoje escrevo-vos de pé!

E não, não é em sinal de respeito ou sequer uma qualquer penitência que esteja a fazer para expiar os meus pecados, é só mesmo porque os meus homens me arrastaram com eles para os seus passeios de bicicleta e eu estou que não posso com a zona de contacto com o selim...
Eles dizem-me que com o tempo passa e que me vou habituando (devem querer que ganhe calo no cú com´ó macaco) mas a mim não me parece nada; estou mesmo em vias de ir à procura de uma almofadinha para pôr no selim!
Mas ainda assim a prova foi superada e lá atravessei a cidade, em direcção aos bosques para ver moinhos, cabrinhas, ovelhinhas, vaquinhas, burros, coelhinhos, galinhas, ser praticamente agredida por um pato em pleno vôo (o bicho tinha nitidamente problemas de controlo da direcção em vôo), enfim, tudo coisas muito lindas que podia  perfeitamente ter visto na televisão, sem ter que contar com o rabiosque, cada pedrinha do caminho, a cada salto no selim!

16 comentários:

  1. Estou a modos que...solidária consigo! As minhas caminhadas pelos Açores deixaram-me assim! Isso por aí é mesmo giro!! Boa semana.

    ResponderEliminar
  2. O meu marido diz que isso passa ao fim de uns kilometros, ele que faz centenas...
    Continua...Beijinhos e bons passeios

    ResponderEliminar
  3. Aconselho uns calções de ciclismo: teem uma espécie de almofada na zona de contacto com o selim. Da impressão que se anda de fraldas, mas fazem uma grande diferença.

    ResponderEliminar
  4. Ah ah ah ah ah, é verdade, acaba por se ganhar calo, enquanto não ganha, compre uma protecção para o selim (têm gel e são mais fofinhas) e uns calções de ciclista.

    ResponderEliminar
  5. Não sejas assim, tão bicho da cidade. Pensa nas vantagens, pensa! E esquece o rabiote! Vai passar! E mais ... vais ficar viciada, dependente da coisa. Sei do que falo!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. He he. Vais ganhar calo ! Eu já consigo pedalar 80kms sem me doer o dito cujo..mas tive muitas vezes um andar novo oooo se tive :)

    ResponderEliminar
  7. Há uns tempos vi uma reportagem sobre um cilista português, detentor do record do mundo de resistência, pedalou uma semana sem parar, que punha bifes dentro dos calções para "amortecer", até fiz um post sobre isso. Se calhar não é mal pensado :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahahahahahahah
      E se nos der a fome pelo caminho...
      :DD

      Eliminar
  8. Isso passa! Depois até ficas com um rabiosque mais firme!

    ResponderEliminar
  9. Apesar das dores, ao menos a paisagem é bonita :)

    ResponderEliminar
  10. Querida, compra uns calções almofadados... com eles vestidos pedalas até ao fim do mundo! vai por mim... a sério. o nosso traseiro é SAGRADO!

    ResponderEliminar
  11. ahahahahahahah!
    Eu estou-me a rir, mas compreendo-te tão bem... quando voltei a pegar na bicicleta depois de um ano de inactividade, até vi estrelas em pleno dia! Mas há esperança mulher, há um selins de gel muitooooooooooo mais confortáveis... Procura nas casas de especialidade, que aí devem ser mais do que as mães, e depois é só trocar o selim... Quanto aos patos... bem... aí não te posso ajudar... mas, para a próxima leva umas raquetes parecidas às usadas nos aeroportos para mandar parar os aviões, pode ser que resulte!

    Beijos da cidade das acácias,

    ResponderEliminar
  12. ahahahahahahah!
    Eu estou-me a rir, mas compreendo-te tão bem... quando voltei a pegar na bicicleta depois de um ano de inactividade, até vi estrelas em pleno dia! Mas há esperança mulher, há um selins de gel muitooooooooooo mais confortáveis... Procura nas casas de especialidade, que aí devem ser mais do que as mães, e depois é só trocar o selim... Quanto aos patos... bem... aí não te posso ajudar... mas, para a próxima leva umas raquetes parecidas às usadas nos aeroportos para mandar parar os aviões, pode ser que resulte!

    Beijos da cidade das acácias,

    ResponderEliminar
  13. Nunca me passou pela cabeça, que as "questões campestres" nos pudessem obrigar a escrever de pé :-))

    ResponderEliminar
  14. Sabe lá as dores que "as questões campestres" dão ao fundo das costas!
    :D

    ResponderEliminar