sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Se um dia fores a Gouda.

E ontem ao fim do dia rumámos a Gouda (lê-se ráuda, mas isso agora não interessa nada).
Combinámos, eu e o Mais Que Tudo encontrarmo-nos no comboio, eu apanhava o comboio em Den Haag Centraal e ele entraria em Zoetermeer e, graças à pontualidade dos comboios holandeses, ao minuto combinado, assim aconteceu.
Podíamos ter ido a Gouda em qualquer outro dia mas aproveitámos que à quinta-feira e só durante o Verão, é o dia de mercado do queijo (sim, sim, é daqui o queijo Gouda) e lá fomos.
Não me vou alongar muito sobre o queijo, tanto mais que é sabido que não gosto nem um bocadinho, mas como não quero que vos falte nada convido-vos a visitar este blog de uma menina que também para aqui veio, e que é inteligente, curiosa e se dá ao trabalho de investigar as coisas para depois nos explicar tudinho direitinho (podem vê-lo sempre ali na listinha abaixo).

"O nome Gouda denomina antes um método de fabrico e não necessariamente a origem do queijo. Na verdade, a cidade de Gouda obteve o poder feudal de ser a única a poder comercializar queijo na Holanda em tempos idos. Durante cerca de três séculos os agricultores do país tinham de se deslocar à cidade de Gouda nas suas kaasbrik(carruagens de queijo) para vender queijo no seu famoso mercado: Goudse kaasmarkt (literalmente, o Mercado de Queijo de Gouda).

Para ser completamente honesta não podia estar a ralar-me mais para o queijo do que aquilo que estou, era outra a ideia que trazia na manga.
Em Gouda deu uma outra contribuição para um mundo melhor: o stroopwafel (lê-se strôôpváfel, mas isso agora também não interessa nada) e foi de stroopwafel na mão que cirandámos pela cidade!

Pouco mais do que a dois minutos da estação de comboios encontrámos a praça onde está o antigo edificio da Câmara Municipal, que mais parece um palácio de um conto da Disney; muitas janelas, portadas vermelhas e tem na lateral um relógio com bonequinhos que saem enquanto os sininhos tocam (parece que os bonecos fazem uma representação de quando o Conde Floris V concedeu "direitos de cidade" a Gouda em 1272); também é nesta praça que acontece o mercado do queijo, e onde está antigo edificio de pesagem dos ditos queijos e a bendita fábrica - é uma loja na verdade- dos stroopwafel.
Logo ali ao pé fica também a igreja dedicada ao santo patrono da cidade, S. João Baptista, mas não pudemos ver os vitrais que lhe dão a fama porque estava fechada.
Continuando a caminhar ( o stroopwafel acabou-se entretanto) e para não variar muito, lá encontrámos os canais, com barcos-casa e outros de recreio, muita bicicleta, muita flor, muito verde, moinhos de vento, e à beira de um canal, uma estátua em bronze de um homem com um burro às costas!
Não havia nenhuma placa nem com o nome do autor, nem com a explicação daquela representação; como nos lembrámos da história do velho e do burro (faltou o rapaz) assim ficará para nós conhecida aquela obra.

Ao cair da noite, já com os pés cansaditos e com um ratinho no estômago, escolhemos um sitio para jantar; ao lado de um canal dos mais bonitos e fora do circuito turistico.
O regresso a casa fez-se calmamente de barriguinha satisfeita e coração cheio, cheio!


8 comentários:

  1. Aqui entre nós...(e como é obvio ahaha) também prefiro as stroopwafels! Até agora...o melhor da Holanda! As fotos estão muito giras! E obrigada ;)

    ResponderEliminar
  2. Estou de volta das fèrias e me actualizei aqui no meu cantinho preferido!fiquei feliz que jà estejas instalada e feliz!Como sempre continuo a passar por cà sempre que possa!
    Aproveita bem essa estadia em mais um paìs que deve ser lindissimo com as suas qualidades e defeitos,mas com muito para oferecer!
    Essa è a melhor parte de viajarmos e de trabalhar fora,ficamos sempre com mais alguma coisa boa,com mais cultura e vimos e aprendemos coisas que quem não sai da terra nunca vai ter a hipotese de saber!
    Ficamos mais ricas de espirito e a abertura ao mundo è muito maior!Aproveita bem!:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais Sakura, nem mais!
      E que sejas muito bem regressada das férias!
      O D. Piolhito sei que está feio e a miúda a crescer!
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Desejos de que "essa" felicidade continue...

    BfdS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com certeza que sim!
      Obrigada e igualmente!
      :D

      Eliminar
  4. Mas... mas... quem é que não gosta de queijo?! OK, pronto, há várias pessoas, incluindo a minha mãe, mas é quase como alguém dizer que não gosta de chocolate... Eu era menina para me dar muito bem nessa terra!

    ResponderEliminar
  5. Eu adoro queijo ihihi adorei as fotos, continua a aproveitar, vive e conheces coisas novas e conta-nos :) *

    ResponderEliminar