segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Também há os exemplos a não seguir

12 comentários:

  1. Falei nela no segundo dia de blog. quem diria que entretanto voltaria a andar nas bocas do mundo? Que sirva de exemplo, como dizes, a não seguir.

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Talvez me tenha salvo de me meter em apuros...

      Eliminar
  3. Marcou a minha geração este livro, agora o que se passou a seguir....

    ResponderEliminar
  4. Li "Os filhos da droga" com 14/15 anos e agora gostava de ler a continuação. Talvez seja a próxima escolha.

    Beijinhos e obrigada pela dica.

    ResponderEliminar
  5. Um livro que marcou a minha infância, vou ter de ler este também.

    ResponderEliminar
  6. Lembro-me que fiquei em estado de choque quando li o livro.
    E sim, estou curiosa por espreitar este.

    ResponderEliminar
  7. Toda uma geração ficou marcada por este livro. Eu fiquei.
    E fez-me fazer contas à idade...portanto já tenho mais de 20 e poucos anos... :D

    ResponderEliminar
  8. Eu como nunca gostei de modas, ignorei este livro durante a minha juventude, talvez vá fazer o mesmo ao segundo!!

    ResponderEliminar
  9. Vi o filme quando era adolescente e confesso que fiquei um pouco confusa, acho que era ingénua demais para imaginar sequer certas realidades. O livro comprei em 2ª mão numa loja de artigos usados que existia em Aveiro há uns 12 anos e li quase de uma assentada! Muito bom!

    Beijos/ A Mãe

    ResponderEliminar
  10. Não sabia do segundo livro, tenho que comprar!

    Bjokas.

    ResponderEliminar