segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Tudo a postos!


A vila começa a vestir-se de festa; as estruturas estão montadas, os espaços delimitados, as roulotes das bifanas e farturas já ocupam os passeios, nas varandas limparam-se as folhas secas dos vasos e sacudiram-se as trepadeiras.
As casas, por dentro, também já se mostram vaidosas; os prémios estão bem à vista, as camas feitas de fresco para acolher quem chega, as chaminés e as lareiras limpas, prontinhas para que se acenda o lume onde se assarão as castanhas que serão devoradas em amena cavaqueira, regadas a água-pé e abafadinho gelado.
Os atrelados foram limpos e pintados e os dourados esfregados até brunirem.
Mas esta festa não seria A festa sem os bem amados cavalos.
Os daqui, como os Veiga, correm no pasto até à hora em que serão lavados, os cascos limpos, as patas enfaixadas, as crinas entrançadas, e só então se deixarão ver em todo o seu esplendor; os de fora já começaram a chegar.
Há no ar uma agitação própria da festa que está para começar, e que durará duas semanas.
O programa já foi publicado e todos são bem vindos!

9 comentários:

  1. COMO EU ADORO A MINHA FEIRA DA GOLEGA!!!!

    ResponderEliminar
  2. Só lá fui uma vez, mas adorei !

    ResponderEliminar
  3. Que lindo! E eu aqui tão longe! Sniiiiiiiiiff...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caaaaaalma, que ela não acaba este ano!
      Guardado estará o bocado para quem o apanhar :DD

      Eliminar
  4. Quase todos os anos lá vou. É de facto uma festa linda. :-)

    ResponderEliminar
  5. Sou fã da Golegã e ao fim de alguns anos, parece que este ano estou lá batida no último fim-de-semana.
    Água-pé, abafado, castanhas, comida, bebida, festa, gente, chapéus, frio, cavalos, bosta dos cavalos, fazer todo o terreno para não pisar a bosta dos cavalos, cavalos em piloto automático, fugir dos cavalos em piloto automático. Adoro!!! E grandes noites que passei lá quando estava a estudar em Tomar. I'm in!!!
    :)

    ResponderEliminar