segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Dar comida a quem tem fome


Há 16 anos atrás eu era relações públicas de um restaurante muito, muito in de Lisboa; vendo a quantidade de comida que se desperdiçava todos os dias e a quantidadade de gente que nos pedia comida à porta (já na altura) sugeri a um dos sócios (eram 6 mas as pessoas iam a este espaço era na esperança de verem este especificamente) que se desse comida, em boas condições, a quem nos pedisse.
Recebi uma resposta de que nunca me esqueci "eles que peçam à Nossa Senhora e ao Jesus que os pobrezinhos são muito dados a essas coisas"(sic) e que foi de imediato secundada pelas gargalhadas alarves dos demais sócios.
À revelia, e em concordância com o Chef à data, passámos a convidar quem nos batia na porta de serviço, a entrar, sentar-se nos lugares onde comiam os empregados, e comer uma refeição completa.
Tendo este episódio ainda bem presente em mim, foi com muita, muita satisfação que tropecei neste cartaz ali a S. Paulo (Lisboa).
Este restaurante, que dá pelo nome de Taberna Tosca, oferece comida aos que têm fome!
Bem haja!

17 comentários:

  1. Aposto que sei quem é o alarve de quem estás a falar, e se já o tinha em má conta, pior ficou. Tb vi isto com muito bons olhos - apesar de cheios de lágrimas por ficar comovida feita urso com estas cenas.
    http://fashionfauxpas-mintjulep.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito provavelmente sabes de quem se trata; costumamos estar em sintonia, sabes com certeza!

      Eliminar
  2. Ainda há pessoas com bons corações!

    ResponderEliminar
  3. Estou arrepiada com a sua descrição e com a atitude das pessoas que se riem com estas situações!
    Um bem haja a quem tem atitudes como a Taberna Tosca!

    ResponderEliminar
  4. Só tenho pena muita pena desses anormais não terem um dia também de bater às portas de alguém a pedir comida, porque realmente há quem se julgue superior aos outros e que a eles nada acontece, mas neste mundo nada é impossivel. Ainda hoje veio aqui à empresa um casal pedir emprego, estão os dois desempregados, e eu só penso no desespero que deve ter esta gente. E a estes senhores da Taberna um grande bem-haja, é de pessoas assim que Portugal precisa.

    ResponderEliminar
  5. Que vergonha e que alegria ao mesmo tempo.

    ResponderEliminar
  6. Já conhecia. Roubei-te os bichinhos aí mais abaixo. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E fizeste muito bem (pena que não haja mais gente a roubá-los…)

      Eliminar
  7. Mais do que isto, o que me assusta é saber de cadeias de supermercado que inundam os seus contentores de lixívia para que ninguém vá buscar os restos de comida e de vegetais. Não compreendo este gesto, juro que não compreendo, até porque nunca se sabe quando o garantido nos é arrancado debaixo dos pés!

    Que haja muitos mais restaurantes a terem esse tipo de atitude, que é de louvar!

    ResponderEliminar
  8. Excelente exemplo!
    Quanto às pessoas que descreves infelizmente há muitas pelo país com a mesma mentalidade!!
    Bjs
    Maria

    ResponderEliminar
  9. Já conhecia, e acho que é uma ideia a seguir.

    ResponderEliminar
  10. A sério que alguém foi capaz de dizer isso? Meu Deus, quanta soberba! Espero que nunca lhe falte nada, porque não sei como iria ser... Nessa mentalidade não haveria ninguém para lhe dar nada!
    Ainda bem que há pessoas com um coração grande :)

    ResponderEliminar
  11. ainda existem pessoas que ajudam os outros sem pensar nos lucros.. ainda bem

    ResponderEliminar
  12. Obrigada pela partilha... faz com que eu tenha um pouco mais de esperança!!
    Na minha opinião está aqui algo que deveria ser publicado no Face vezes sem conta(visto hoje em dia o face ser uma arma publicitária fantástica)...Dava visibilidade ao restaurante (os proprietários merecem prosperidade) e podia ser que inspirasse outros tantos!!!

    ResponderEliminar
  13. Fez muito bem em partilhar esta informação. São exemplos destes, que ainda me fazem acreditar que existe alguma esperança, que as pessoas ainda se preocupam com o próximo e, de alguma forma, tentam minimizar o sofrimento (fome) de quem está a passar por momentos muito complicados.

    ResponderEliminar
  14. Se me conhecesses melhor, saberias que não podes fazer este tipo de posts. Neste momento, tenho apenas um objectivo na vida... descobrir quem disse essa alarvidade!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, acho até que seria um serviço público :) A minha esperança é visto ter sido há 16 anos atrás, essa gentinha estar toda na miséria, pelo menos na misaéria intelectual já estavam...

      Eliminar