segunda-feira, 9 de junho de 2014

Revoltadissima pá, revoltadissima!

(clica na foto para veres o filme)

7 comentários:

  1. Um regalo, esta peça. de uma ponta á outra.

    ResponderEliminar
  2. Cá em casa costume perguntar se pensam que isto é o da Joana. Respondem-me que não, que é o da Maria. Afinal, nem Maria , nem Joana, passou-me tudo ao lado. Há lá direito!!!!!!

    ResponderEliminar
  3. Eu que tenho dor crónica e estava a pensar ir viver para a Califórnia para poder fumar canabis medicinal, entretanto mudei de ideias... Eu não quero ficar como a senhora (a do cahpéu) e o senhor (o da fita)!!!

    ResponderEliminar
  4. A peça foi mal feita. Começou bem, quando um dos entrevistados sabia o que estava a dizer. Depois passaram para um outro, que continuou no sentido certo, mas por artes mágicas, terminam com dois imbecis, completamente fritados da cabeça.
    Era bom para todos. Impostos, reduzia-se o negócio dos traficantes. Mas em vez disso, faz-se tudo mal e o que fica na mente das pessoas, é que isto é tudo uma brincadeira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu posso estar errada, mas tenho ideia de ter lido, há já uns anos, qualquer coisa sobre a legalização não contribuir em nada para a diminuição do consumo, antes pelo contrário. Acho que era baseado no caso Holandês..

      Eliminar
  5. Ya, man, é dum gajo ficar bué da revoltado mesmo, tázaver. 5 graminhas que fosse, quéquera isso, nada!! É mesmo vá vontade, é descaso, pá.

    ResponderEliminar