terça-feira, 23 de setembro de 2014

Olha, é a vida!

É triste observar o espernear daqueles que, quase mortos, de tudo fazem para o contrariar enquanto observam a mesa posta de fresco, e onde os novos convivas se começam agora a sentar para o banquete, que para eles está já a terminar.

Sem comentários:

Publicar um comentário