quarta-feira, 4 de julho de 2012

Olhó nata fresquinho (quentinho)!


O Príncipe Real tem desde finais do mês de Junho um espaço dedicado quase em exclusivo à venda de pastéis de nata acabados de sair do forno. 
Se somarmos ao prazer da gula o gozo de usufruir de uma esplanada integrada num jardim recatado, a experiência é ainda mais proveitosa. 
O Nata está instalado no jardim das traseiras da loja-atelier Fabrico Infinito, espaço que também acolhe um ponto de venda da editora Babel, prometendo lanches tranquilos com os pés na relva e à sombra de uma gigantesca araucária.
À mesa desta esplanada chegam os tais pastéis de nata que, segundo conta a gerência do negócio, são o resultado de uma receita apurada e, segundo conta a nossa prova, têm o sabor e a textura que nos fazem querer repetir a dose vezes sem conta. Para os que não gostam de doces ou estão de dieta (há sempre uns desmancha prazeres), há torradas, pão do dia com manteiga artesanal, queijo e fiambre ou doce de fruta e ainda a Tábua Portuguesa, para dois, com pão, manteiga, doce, queijo e fiambre. Para refrescar propõem as bebidas recuperadas das nossas memórias mais antigas (e que já necessitam de tradução para as gerações mais novas), como o Mazagran, a Groselha e o Capilé, e ainda a limonada e o chá gelado.
Aberto de segunda a sábado, das 10h às 20h30, este é um local perfeito para uma pausa na companhia de um doce e de um livro, tão ao gosto de Fernando Pessoa.
Morada: R. D. Pedro V, 74 (frente ao Pavilhão Chinês)
Tel.: 213 616 127


5 comentários: