domingo, 17 de março de 2013

E lá fomos comprar o narguilé (Shisha)

Pois o que eu pensava ser uma coisa fácil, levou umas duas horas a acontecer!
De entre milhões de modelos, de cores, de alturas, de materiais, houve que escolher um!
Eram tantos, tantos que se tornou dificil a escolha.
Depois de escolhido o modelo, pensava eu que era só mandar embrulhar, mas não!
Foi preciso escolher os 45 milhões de acessórios que a coisa leva; a boquilha, o coiso de barro para arder (não sei o nome), o coiso que acende (não sei o nome), o coiso que se põe em cima (não sei o nome) mais o coiso onde ficam os carvões (não sei o nome), e ainda a pinça, e isto, e aquilo, e mais não sei o quê, e depois a shisha (aquilo que se fuma), a sua proveniência e o seu sabor e o raio c´a parta!
Isto tudo sempre com salamaleques para aqui, e salamaleques para ali.
E depois foram os testes para ver se a coisa "fumava" bem!
E depois a demonstração de como montar toda aquela parafernália!
O narguilé (a coisa em si) já cá mora, e a shisha também, só que aqui em casa mudou de nome...agora chamo-lhe "CHIÇA", por forma a lembrar-me da seca que foi!
CHIÇA!!!

5 comentários:

  1. :D :D chiça parece-me apropriado!

    ResponderEliminar
  2. Mas que trabalheira que isso deu! Parece-me um óptimo nome :P

    ResponderEliminar
  3. Ahahaha, isso deu uma trabalheira!

    ResponderEliminar
  4. Assim, tens uma "coisa" personalizada à tua maneira!!

    ResponderEliminar