segunda-feira, 28 de julho de 2014

Direito a ser esquecido

Nunca, mas é que nunca fazem nada ao meu jeito!
O que eu gostava mesmo era de me esquecer, não de ser "esquecida"!
(Embora confesse que seria uma maravilha que algumas pessoas se esquecessem de mim…)

Por outro lado, com tanta gente por aí a pôr-se em biquinhos de pé a ver se alguém se lembra deles, vêm estes 90.000 exigir o esquecimento!
Há gente que nunca está satisfeita!

Sem comentários:

Publicar um comentário