segunda-feira, 28 de julho de 2014

E depois admiram-se que eu sofra dos nervos!


8 comentários:

  1. Já eu, debato-me com o inverso. Tenho uma aspirante a Rapunzel que quando lhe digo que o cabelo está a passar os ombros e precisa de um corte começa a chorar porque eu nunca a deixo ter cabelo grande para fazer penteados de princesa.

    (lá tenho eu de lhe mostrar as fotos das espanholitas para ela ver que as princesas não usam penteados da disney)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por favoooor, não faças nada que a traumatize para um futuro de figuras tristes, como se passou comigo. Mãe minha abusou do meu cabelo e cortou-o demais, assim pelos 7 anos. A partir daí, foi sempre a "descer" na auto-estima, até poder dizer: quem manda no "comprimento aceitável" sou eu.
      Vai daí, sou uma velha com pânico de tesoiras :D:D:D

      Eliminar
    2. Mostra-lhe fotografias da Mette-Marít

      Eliminar
    3. Sexinho, bocê num me desgrace! Mostro-lhe fotos de meninas da idade dela, não lhe dês ideias! A Mironinho usa o cabelo cortado a direito, num "bob" algures entre o queixo e os ombros. Usa molas, laços e bandoletes ou uma trancinha de lado ou um rabo de cavalo. Para 4 quase 5 anos, parece-me variedade que chegue...

      Eliminar
    4. Ahahahahahahahahahahah
      ProntoS, mostra-lhe as miúdas reais Yolandesas.
      :DD

      Eliminar
  2. Sexo, agora multiplica essa apoquentação por 3. Várias vezes ao ano...
    (bom, o do meio foi um alívio porque antes de me aparecer à frente "máquina zero" pensava em rastas, rastassss....ninguém merece)

    ResponderEliminar